top of page

Corpos Espirituais – O Homem Setenário

Além do corpo físico, temos mais seis corpos que são formados de um tipo de matéria eterizada, fluídos e energias, que fogem aos órgãos de percepção normais dos seres humanos.




Aqui vai mais um texto básico, só para mexer com a nossa curiosidade, pois o assunto é bastante extenso e fascinante, exigindo o nosso estudo e pesquisa.

Geralmente somos tão apegados a nosso corpo físico, que consciente ou inconscientemente, acreditamos ser esse o nosso verdadeiro corpo, e que, portanto, tudo de virtuoso ou vicioso que exista nele, faz parte integrante de nosso ser. E por esse padrão julgamos também as demais pessoas. Esse conceito é fundamentalmente errado, porque em verdade não somos o corpo físico, somos, sim, um espírito imortal, que se reveste de um corpo físico, como este se reveste de uma roupa para atuar em seu próprio ambiente.

Uns poucos ocidentais e a grande maioria das religiões orientais têm ensinado uma constituição mais complexa do Homem-Espírito: sete componentes interpenetrados, os mais sutis ocupando a mesma porção espacial dos mais densos, perfeitamente definidos, mas vibrando em dimensões espaciais diferentes – onde as propriedades, funções e manifestações são distintas.

O ser humano é formado basicamente de 7 corpos, sendo apenas um deles, o corpo físico, conhecido e aceito pela maioria das pessoas e pela ciência convencional. Os outros 6 corpos são desconhecidos pois não são constituídos de matéria densa perceptível aos sentidos normais das pessoas. São corpos formados de um tipo de matéria eterizada, fluídos e energias, que fogem aos órgãos de percepção normais dos seres humanos (visão, paladar, tato, olfato e audição).

Assim sendo, temos do mais sutil ao mais denso:

. na dimensão superior o corpo átmico e corpo búdico;

. na dimensão astral o corpo mental: superior ou abstrato e inferior concreto; e o corpo perispiritual, astral ou psicossomático;

. na dimensão etérica o corpo etérico ou duplo etérico;

. na dimensão física temos o corpo físico ou somático;

  • O corpo átmico, que reveste a ulterior centelha divina ou mônada, Eu Cósmico ou

espírito puro, elo imprescindível e fundamental que orienta e determina todos os outros

corpos de manifestação na forma. A própria partícula da vida, o princípio coordenador. Apenas É;

  • O corpo búdico, conhecido em nosso plano como corpo cósmico, detém o grande núcleo

da consciência potencializado ao máximo, à semelhança de um átomo espiritual. É nessa dimensão cósmica, búdica, imortal que são registrados toda experiência multimilenar e todos os acontecimentos, em seus mínimos detalhes;

  • O corpo mental, é o idealizador e o mantenedor das formas e do funcionamento dos

corpos que lhe são inferiores. Subdivide-se em mental inferior ou concreto e mental superior ou abstrato.

  • O corpo astral ou perispirítico é o mediador plástico de manifestação do espírito no

corpo físico. Está quase que totalmente absorvido em coordenar, estimular e conduzir os milhares de fenômenos que acontecem na intimidade das células e dos órgãos do corpo somático ou físico. Apresenta órgãos semelhantes ao do corpo físico, pelo fato de lhe presidir a formação.

  • Corpo etérico também chamado de corpo vital, elemento de constituição delicada,

altamente influenciável e se ressente, em sua estrutura íntima, do comportamento humano equilibrado ou não, no que tange às virtudes ou viciações. É a intermediação entre o corpo astral e o físico que tem a função vitalizadora e é responsável pelo metabolismo do ectoplasma e do complexo fisiológico do homem.

  • O corpo físico é o veículo mais denso de manifestação do espírito imortal sobre a Terra.

Considerado o suporte passivo da consciência, recebendo a ação de elementos anímico-espirituais, representado por sua química originária do próprio mundo.

Bibliografia: "O homem e seus corpos" – Anne Besant

"Além da Matéria" – Robson Pinheiro pelo espírito de Joseph Gleber




466 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page