top of page

Um tempo para simplesmente ser e confiar

A vida nos convida a momentos de pausa, como uma oportunidade valiosa de desapagar-se de certos paradigmas.

Aceite este momento de pausa, mantendo a expectativa do melhor. Se o fato de estar em si mesmo tem atemorizado seu coração, convido você para testar a sua entrega a esse processo. Em momentos como este em que o campo das emoções é posto à prova e as reservas internas parecem exaurir-se, se abrace, escutando seu coração.

Entenda este momento como uma oportunidade valiosa de desafiar seus antigos paradigmas. Perdoe e se perdoe. Perdoe você por inúmeras vezes ter fugido de si mesmo, e no mais profundo da sua alma, aceite-se. Compreenda que você é um ser único, com potenciais também únicos.


Seja luz, vibre luz!

Se abrace com amor neste momento em que não é possível abraçar os outros. Você pode, a hora de fazê-lo é esta.

Recolha-se a seu lugar à parte dentro de si mesmo, sem medo de seus medos, de sua sombra, de suas angústias, nem sequer de sua raiva, que haverá de aflorar em alguns momentos. Não tema a raiva, ela está aí para mostrar-lhe o tamanho de suas feridas.

Respire, retenha o ar por alguns segundos e solte.

Não tema as suas feridas, elas estão aí para testar o tamanho de seu amor a si mesmo. Olhe para elas e cure-as.

A coragem parece uma força que você se habitou a direcionar para fora, para demonstrar aos outros e ao mundo o quanto você é poderoso e autossuficiente. Não precisa mais disso, mas da coragem para reconhecer que é vulnerável e humano, não se envergonhe por isso. Reconheça o que o amedronta muito mais profundamente que um vírus invisível. Reconheça você, e não tema sua luz.

Por favor, olhe para si.

Nutra-se, ame-se! Tudo está no lugar, tudo é perfeito, da forma que se apresenta. Nada foge ao controle da sabedoria do universo. Se a confusão e insegurança reinam em torno de si, se recolha para ouvir sua alma. Silencie e ouça o som de renovação que bate a porta dos seres humanos com a melodia da esperança. Nada tema... Tenha fé.

O vendaval que destrói a paisagem, pelo poder da natureza, reconstrói-se e renasce mais bela.Você está a salvo agora de seus únicos e mais temíveis inimigos. A ilusão, o egoísmo e o desamor.

O planeta está adentrando num curso intensivo para aprender essa lei, definida por um único vocábulo, que profetas e mestres de todos os tempos têm se esforçado em nos relembrar, palavra que representa a própria essência do ser, mas que por algum motivo, foi esquecida por longo tempo.

Essa palavra é Amor.


Você está reaprendendo agora.

Recolha-se, medite, tenha fé.

Ame, por favor. Ame incondicionalmente.

Olhe para seu entorno e sinta um doce perfume de renovação. Esteja bem.

Vibre luz! Seja luz!

Fonte: Adriana Garibaldi (site Somostodosum Stum)

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Mente

bottom of page